Experiências relacionais na adolescência


A partir da adolescência as amizades começam a acontecer de uma forma diferente da infância, os comportamentos e sentimentos mudam com relação aos grupos formados ocorrendo uma identificação e uma necessidade de pertencimento a algum grupo diferente da família.

Já é possível ver nesse jovem as suas necessidades de novos relacionamentos podendo surgir a ansiedade social onde ele sente que não é pertencente ou aceito em um grupo.

Os amigos são relacionamentos de “escolha mútua”, estão repletos de afinidades, companheirismo, parceria, cumplicidade, confiança, no entanto, podemos dividi-los em diversos tipos.

Existem aqueles que são os amigos divertidos, prontos para qualquer aventura, qualquer diversão, porém, as vezes não são pessoas para se confiar segredos.

Outros podem ser amigos confidentes, amigos para se conversar sobre intimidades, porém, as vezes estes não são amigos para levar em uma “balada”.

Existem também os amigos temporários, aquelas pessoas que marcam nossas vidas por um período curto de tempo, pessoas que conhecemos em uma viagem, amigos de faculdade, de colégio e que após aquele momento, passam a não mais fazer parte do seu dia a dia e aos poucos a frequência do contato vai diminuindo, enquanto a afinidade pode manter-se a mesma.

14 visualizações

RESPONSÁVEL TÉCNICA

Marisa de Araujo Gaspar (CRP 05/33597)

 

CONSULTÓRIO

Rua Engenheiro Enaldo Cravo Peixoto

Tijuca - Rio de Janeiro - RJ - Brasil 

CONTATO

 (21) 98796-8990 por Whatsapp